A essência da arte.

    A arte tem sua origem muita além da criatividade humana, muito além da capacidade intelectual de um indivíduo ou coletivo, ela vai muito além de técnicas e conceitos existentes no universo acadêmico!

    A arte nasce da experiência intima do indivíduo com ele mesmo e com a maneira que ele lida com o divino, com o sagrado e da forma como ele enxerga esse mundo ao seu redor e em seu interior!

    A arte é uma expressão que transcende a compreensão intelectual e muitas vezes até a sensorial!

    A arte é a linguagem da alma, é a maneira que a essência tem para se expressar da forma mais legítima possível!

   Arte é presença, é o momento onde o tempo para e tudo se torna possível, é quando compartilhamos o mesmo hálito criador e nos tornamos co-criadores de inumeráveis universos ou como a física quântica diz multiversos

    Arte é meditação, é oração, é louvor.... é cura.... é uma ferramenta de transformação quando utilizada de forma consciente.... é a mais pura magia!


    A arte não foi feita pra virar decoração, mas quando é feita de'cor'ação, tudo fica mais alegre e colorido!

    O artista ao entrar em seu universo particular, passa a ter contato tanto com suas esquizofrenias quanto com sua consciência (conexão) e isso defini a qualidade da vibração da obra ( não estética ou técnica).

    Ao meu ver, dentro do meu caminho eu compreendo a arte como a expressão da beleza e a beleza que eu falo não é a estética, mas sim aquilo que os nativos se referem quando dizem "caminhar em beleza" que é caminhar no caminho do coração e quando a arte segue por este caminho, ela é capaz de resgatar nos reconcavos de cada um aquilo demais belo e sublime que existe no ser, pois ela é capaz de tocar a essência e a partir disso movimentar muitas coisas no interior de cada um, sempre com um único intento, contribuir com a evolução do ser, possibilitando o seu despertar e extimulando cada um a buscar o melhor de sí e a expressar esse melhor, compartilhando com os demais a beleza do ser que se é, e dentro deste contexto o intento que move o artista a criar é fundamental.

    Com base nisso eu não acredito que toda forma de expressão seja considerada arte, ao meu ver qualquer expressão que não se enquadre dentro desse "caminhar em beleza" não pode ser considerada arte, é apenas uma forma de expressão do indíviduo, mesmo que tenha um embasamento político, crítico ou seja lá qual for (essa é minha opinião).

    É papel do artista se tornar uma inspiração para as demais pessoas, contribuindo com a consciência e com uma vida mais bela. O mundo já nos oferece muitas coisas desnecessárias que são contrárias ao belo, então se você vai criar algo, porque não criar algo que contribua de forma construtiva, extimulando a beleza, o amor, a paz..... a cura ao invés de expressar o feio?

    Acho de suma importância nos dias de hoje o auto-conhecimento, o artista precisa reconhecer seus fantasmas e saber que isso é algo pessoal e que ele precisa trabalhar em sí (um processo terapeutico e de auto conhecimento) e não compartilhar com os demais e acabar influenciando e despertando os fantasmas semelhantes do outro, quando não semeando os seus fantasmas no outro, criando com isso uma bola de neve repleta de fantasmas.
    A partir desse trabalho interno o artista é capaz de descobrir a fonte de muitos de seus problemas e de resolvê-los, assim como de identificar o belo que existe em seu interior e esse sim deve ser compartilhado, pois ira despertar o belo que reside no outro e isso nada tem a ver com julgamento ou com o ego querendo dizer o que é e o que não é arte, mas sim com tirar o melhor proveito das coisas e a arte tem um potêncial tão grande a ser explorado e expressado dentro dos mais diversos campos como os da espiritualidade, da ciência, da consciência, da cura, da beleza.... da evolução, que ao meu ver é um desperdício de talento ver artistas dotados de sensibilidade e potencial presos em assuntos pessoais mal resolvidos e ainda por cima semeando isso através de suas expressões.

    Arte é amor e o amor nos eleva, nos permite ir além do conhecido e a transcender.

    No atual momento em que nos encontramos é papel do artista contribuir resgatando os valores que nutrem a vida e fazer a ponte entre o conhecido e o desconhecido levando amor, consciência e cura através de sua arte a todos quanto sua arte puder alcansar, é isso que o planeta precisa, é isso que todos nós precisamos.

    Se tu podes escolher a semente que ira plantar, acredito eu, ser mais sensato plantar flores ao invés de espinhos.

    Pra mim arte é isso, uma linguagem que fala de coração à coração e permite a essência se manifestar contribuindo com o despertar do ser e com todo o processo evolutivo da vida.

                                   
    Ecosss                                                     




2 comentários:

Jussara Pereira disse...

Perfeito! Diz tudo, comparo a criação do artista com a da própria vida, pois ele dá todo seu amor, seu carinho, acho até que dá um pedaço de si para sua obra e quando a termina (nascimento)será sempre única, como um filho...
Jussara sua amiga do face.

rozana disse...

Linda a explanação que busca definir Arte. Concordo plenamente, pois mostra conhecimento de causa e conexão espiritual. Parabéns!

Postar um comentário